PTBR/Prabhupada 0069 - Não vou morrer

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 0068
Próxima Página - Video 0070 Go-next.png

Não vou morrer
- Prabhupāda 0069


Conversation Pieces -- May 27, 1977, Vrndavana

Kīrtanānanda: Nós não podemos ser felizes se você não está bem.

Prabhupāda: Eu estou sempre bem.

Kīrtanānanda: Por que você não pode nos dar a sua velhice?

Prabhupāda: Quando eu vejo que as coisas estão indo bem, eu fico feliz. O que há com esse corpo? Corpo é corpo. Nós não somos esse corpo.

Kīrtanānanda: Não foi Purudāsa que deu sua juventude ao seu pai?

Prabhupāda: Hm?

Rāmeśvara: Yayāti. O rei Yayāti negociou a sua velhice.

Kīrtanānanda: Com o seu filho. Você pode fazer isso.

Prabhupāda: (rindo) Quem fez?

Rāmeśvara: O rei Yayāti.

Prabhupāda: Ah, o rei Yayāti. Não, por quê? Voce é o meu corpo. Então você continua a viver. Não tem diferença. Assim como eu estou trabalhando, então meu mestre espiritual está aqui, Bhaktisiddhānta Sarasvatī. Ele pode não estar mais presente fisicamente, mas em cada ação ele esta lá. Eu acho que, na verdade, eu escrevi isso.

Tamāla Kṛṣṇa: Sim, está no Bhāgavatam, que "aquele que vive com ele, vive eternamente. Aquele que lembra das palavras dele, vive eternamente".

Prabhupāda: Então eu não vou morrer. Kīrtir yasya sa jīvati: "Um indivíduo que fez algo substancial, ele vive pra sempre". Ele não morre. Mesmo em nossa vida prática... Naturalmente, isso é material, karma-phala. Um indivíduo deve aceitar um novo corpo de acordo com o seu karma. Mas, para um devoto, isso não existe. Ele sempre aceita um corpo pra servir Kṛṣṇa. Então não há karma-phala.