PTBR/Prabhupada 0396 - O Significado para as Orações do Rei Kulasekhara

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

O Significado para as Orações do Rei Kulasekhara
- Prabhupāda 0396


Purport to Prayers of King Kulasekhara, CD 14

Este verso, oração, é tomado de um livro conhecido como Mukunda-mālā-stotra. Esta oração foi oferecida por um rei cujo nome era Kulaśekhara. Ele era um grande rei, ao mesmo tempo, um grande devoto. Há muitos exemplos na história da literatura védica que os reis eram muito grandes devotos, e eles são chamados rājarṣīs. Rājarṣīs significa, embora eles estejam no trono real, eles são todos pessoas santas. Portanto, este Kulaśekhara, Rei Kulaśekhara, está rezando para Kṛṣṇa que "Meu querido Krishna, o cisne da minha mente pode agora estar aprisionado com o caule de Seus pés de lótus. Porque, no momento da morte, os três elementos de funções corporais, ou seja, o muco, a bílis, e o ar, eles vão se sobrepor, e haverá um asfixia na voz, então eu não serei capaz de pronunciar Seu doce Santo Nome no ponto de minha morte." A comparação é dada desta forma, que o cisne branco, sempre que encontra uma flor de lótus, ele vai lá e pratica por mergulhar na água, a envolver-se no caule da flor de lótus. Então o Rei Kulaśekhara quer que na fase saudável de sua mente e corpo, ele possa ser imediatamente envolvido com o caule dos pés de lótus do Senhor, e morrer imediatamente. A idéia é que se deve tomar a Consciência de Krishna, enquanto sua mente e corpo estão em boas condições. Não espere para a última fase de sua vida. Basta ir em praticar a Consciência de Krishna, enquanto o seu corpo e mente estão em um estado saudável, e, em seguida, no momento da morte, você será capaz de se lembrar de Krishna e Seus passatempos e ser imediatamente transferido para o reino espiritual.