PTBR/Prabhupada 0229 - Eu quero ver que um discípulo entendeu a filosofia de Krishna

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 0228
Próxima Página - Video 0230 Go-next.png

Eu quero ver que um discípulo entendeu a filosofia de Krishna
- Prabhupāda 0229


Conversation with Indian Guests -- April 12, 1975, Hyderabad

Prabhupāda: A dificuldade é que nós não queremos nos tornar um aluno regular. Aleatoriamente, aqui e ali, aqui e ali, mas eu continuo a mesma coisa. É uma ciência. Os Vedas dizem, tad vijñānārthaṁ sa gurum evābhigacchet (MU 1.2.12). Se você é sério para aprender sobre isso, tad vijñāna. Tad vijñānaṁ, gurum evābhigacchet. Você deve ir a um guru fidedigno que possa lhe ensinar. Ninguém é sério. Essa é a dificuldade. Todos estão pensando: "Eu sou livre", embora ele seja puxado pela orelha pela natureza. Prakṛteḥ kriyamāṇāni guṇaiḥ karmāṇi sarvaśaḥ (BG 3.27). Você tem feito assim, vamos, aqui, sente-se. Isso está acontecendo, prakṛti. Ahaṅkāra-vimūḍhātmā kartāham iti manyate (BG 3.27). O patife, iludido por seu falso ego, ele está pensando: "Eu sou tudo. Eu sou independente." Aqueles que estão pensando assim, eles têm sido descritos no Bhagavad-gītā, ahaṅkāra vimūḍhātmā. O falso ego está confuso e pensando: "O que eu estou pensando está certo." Não, você não pode pensar da sua própria maneira. Você deve pensar como diz Kṛṣṇa, então você está certo. Caso contrário, você está pensando sob o feitiço de māyā, isso é tudo. Tribhir guṇamāyāir bhavair mohita, nā 'bhijānāti mām ebhyaḥ param avyayam. Mayādhyakṣeṇa prakṛti sūyate sa-carācaram (BG 9.10). Estas coisas estão lá. Leia Bhagavad-gītā cuidadosamente, siga as regras e regulamentos, então sua vida será bem sucedida. E assim enquanto você pensa, isso também é direito, isso também está certo, então você não vai fazer o certo. Vocês todos serão induzidos em erro. Isso é tudo. Aquilo não é... O que Kṛṣṇa diz, isso é certo. Esse deve ser o (indistinto). Caso contrário, você será enganado. Então, estamos tentando pregar esta filosofia dessa forma. Talvez, número muito pequeno, mas ekaś candras tamo hanti na cittara sahasra. Se houver uma lua, isso é suficiente. Qual é o uso de milhões de estrelas cintilantes. Então, essa é a nossa propaganda. Se um homem pode entender o que é a filosofia de Kṛṣṇa, então a minha pregação é bem-sucedida, isso é tudo. Nós não queremos muitos milhões de estrelas sem nenhuma luz. Qual é o uso de milhões de estrelas sem luz? Esse é o conselho de Cāṇakya Paṇḍita, varam eka putra na chavur kasatan api. Um filho, se ele é educado, é suficiente. Na chavur kasatan api. Qual é o uso de centenas de filhos, todos tolos e patifes? Ekaś candras tamo hanti na cittara sahasras. Uma lua é suficiente para iluminar. Não há necessidade de milhões de estrelas. Da mesma forma, não estamos atrás de muitos milhões de discípulos.

Eu quero ver que um discípulo entendeu a filosofia de Kṛṣṇa. Isso é sucesso. Isso é tudo. Kṛṣṇa diz, yatatām api siddhānāṁ, kaścid vetti māṁ tattvataḥ (BG 7.3). Assim, em primeiro lugar, tornar-se siddha é tarefa muito difícil. E, em seguida, yatatām api siddhānām (BG 7.3). Ainda há trabalho difícil. Assim, a filosofia de Kṛṣṇa é um pouco difícil de entender. Se eles estão entendendo tão facilmente, isso não é entendimento. É fácil, é fácil, se você aceitar as palavras de Kṛṣṇa, é muito fácil. Onde está a dificuldade? Kṛṣṇa diz, man-manā bhava mad-bhakta, mad-yājī māṁ namaskuru, sempre pense em mim. Então, onde está a dificuldade? Você viu a foto de Kṛṣṇa, da Deidade de Kṛṣṇa, e se você pensa em Kṛṣṇa, onde está a dificuldade? Afinal de contas, temos de pensar em alguma coisa. Então, ao invés de algo, por que não pensar em Kṛṣṇa? Onde está a dificuldade? Mas ele não leva a sério. Ele tem que pensar em tantas coisas, exceto em Kṛṣṇa. E Kṛṣṇa diz, man-manā bhava mad-bhakta. Não há dificuldade em tomar a consciência de Kṛṣṇa. De modo algum. Mas as pessoas não vão fazê-lo, essa é a dificuldade. Eles irão simplesmente argumentar. Kūṭaka. Kṛṣṇa diz, man-manā bhava mad-bhakta, onde está o argumento contra isso? Você está dizendo que, eles podem não pensar em Kṛṣṇa, eles podem não falar sobre Kṛṣṇa. E Kṛṣṇa diz, man-manā bhava mad-bhakta. Isso é argumento, isso não é filosofia. A filosofia está lá, direta, você deve fazer assim, isso é tudo. Você faz assim e obtém os resultados. Você vai comprar algo, o preço é fixo, você paga o preço e leva o produto. Onde está o argumento? Se você é, se você é sério sobre essa coisa, você pode pagar o preço e receber. Esse é o conselho de Śrīla Rūpa Gosvāmī. Kṛṣṇa-bhakti rasa-bhāvitā-mati kriyatāṁ yadi kuto 'pi labhyate. Se você pode comprar em algum lugar o pensamento de Kṛṣṇa, kṛṣṇa-bhakti rasa-bhāvitā mati. Isto é, traduzimos isto em "consciência de Kṛṣṇa." Se você pode comprar essa consciência, a consciência de Kṛṣṇa, em algum lugar, compre-a imediatamente. Kṛṣṇa-bhakti rasa-bhāvita-mati, kriyatām, apenas compre, yadi kuto 'pi labhyate, se ela estiver disponível em algum lugar. E se eu tiver que comprar, então qual é o preço? Tatra laulyam ekaṁ mūlam. Na janma-koṭibhiḥ labhyate. Se você quer saber qual é o preço, ele diz que o preço é a sua ânsia. E essa ânsia de obtê-la, leva muitos milhões de nascimentos. Por que você quer Kṛṣṇa? Assim como no outro dia eu disse que se alguém viu Kṛṣṇa, ele vai se tornar louco por Kṛṣṇa. Esse é o sinal.