PTBR/Prabhupada 0412 - Krishna quer que esse movimento para a consciência de Krishna seja espalhado

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 0411
Próxima Página - Video 0413 Go-next.png

Krishna quer que esse movimento para a consciência de Krishna seja espalhado
- Prabhupāda 0412


Conversation with Devotees -- April 12, 1975, Hyderabad

Prabhupāda: Anāśritaḥ karma-phalaṁ kāryaṁ karma karoti yaḥ, sa sannyāsī (BG 6.1). Anāśritaḥ kar... Todo mundo está esperando algum bom resultado para sua gratificação dos sentidos. Isso é āśritaḥ karma-phalaṁ. Ele tomou o abrigo do bom resultado. Mas aquele que não tomar abrigo do resultado das atividades... É meu dever. Karyam. Karyam significa "É meu dever. Não importa qual é o resultado. Devo fazê-lo sinceramente com a melhor capacidade. Então eu não me importo com o resultado. O resultado está nas mãos de Krishna". Karyam: "É meu dever meu Guru Maharaj disse que, então, este é o meu dever. Não importa se é bem sucedido ou mal sucedido. Isso depende de Krishna." Desta forma, qualquer um, se ele trabalha, então ele é um sannyāsī. Não é o vestido, mas a atitude de trabalhar. Sim, isso é sannyāsa. Karyam: "É meu dever." Sa sannyāsī ca yogī ca. Ele é yogi, yogi de primeira classe. Assim como Arjuna. Arjuna, oficialmente, ele não tomou sannyāsa. Ele era um grhastha, soldado. Mas quando ele levou isso muito a sério, karyam - "Krishna quer essa luta. Não importa se eu tenho que matar meus parentes. Devo fazê-lo.." - Isto é sannyāsa. Antes de tudo ele discutiu com Krishna que "Este tipo de luta não é boa", matança de família, e assim por diante, assim por diante. Ele argumentou. Mas depois de ouvir o Bhagavad-gita, quando ele entendeu que "É meu dever. Krishna quer que eu faça isso." Karyam. Por isso, apesar de ele ter se tornado um chefe de família, um soldado, ele é um sannyāsī. Ele tomou isso - karyam. Karyam significa "É meu dever." Este é um sannyāsa real. "Krishna quer que este movimento para a consciência de Krishna seja espalhado. Portanto, este é o meu karyam. Este é o meu dever. E a direção é meu mestre espiritual. Então eu tenho que fazê-lo." Isto é sannyāsa. Isto é sannyāsa, mentalidade sannyāsa. Mas há formalidade. Isso deve... Isso pode ser aceito.

Indiano: Isso tem algum efeito psicológico.

Prabhupāda: Ah. Na Índia, especialmente, as pessoas gostam. Sannyāsī pode pregar. Caso contrário, a fórmula de sannyāsa é dada - karyam: "Mas este é o meu único dever. Isso é tudo. O movimento para a consciência de Krishna deve ser empurrado. Este é o meu único dever." Ele é sannyāsī. Porque Krishna vem pessoalmente, Ele exige, Sarva-dharmān parityaja mām ekaṁ śaraṇaṁ vraja. E Caitanya Mahaprabhu, Krishna, Ele diz, yei kṛṣṇa tattva vettha sei guru haya: "Qualquer um que conhece a ciência de Krishna, ele é guru." E o qual é o negócio do guru? Yāre dekha, tāre kaha 'kṛṣṇa'-upadeśa: (CC Madhya 7.128) "Quem quer que você encontre, tente apenas inculcar-lhe sobre a instrução de Krishna." Sarva-dharmān parityaja... Assim, deste modo, se tomamos isso muito a sério - "Este é o meu dever" - então você é um sannyāsī. Isso é tudo. Sa sannyāsī. Krishna certifica, sa sannyāsī. As pessoas não estão levando a sério sobre o ensino de Krishna. Essa é a desgraça da Índia. Eles estão trazendo muita concorrência para Krishna. É Krishna... E "Krishna... Ramakrishna é tão bom como Krishna." Esta patifaria tem matado. Eles têm feito o maior desserviço. Em vez de Krishna, eles trouxeram um patife, Ramakrishna.

Bhagavata: Eles têm grande Matha em Bhuvanesvara. Em Bhuvanesvara, eles têm grande Ramakrishna maṭha. A Escola de Vivekananda, biblioteca, muitas terras, tudo, muito organizado.

Prabhupāda: Então, nós podemos fazer isso. Você tem que convencer as pessoas. Não há dúvida que vamos fazer concorrência com eles. Mas você, você pode pregar a sua própria filosofia em qualquer lugar.

Indiano: Com este acontecimento com as pessoas em Orissa...

Prabhupāda: Hm?

Indiano: ...tentar convencê-los: Não, isso é falso e este é o caminho.

Prabhupāda: Não, a sedução deles sobre a Missão Ramakrishna é que daridra-nārāyaṇa-seva e hospital. Esta é a sua única atração. Eles não têm nenhum programa. Ninguém é atraído por sua filosofia. E que a filosofia que eles têm? Não importa. Não estamos preocupados com eles.