PTBR/Prabhupada 0590 - Purificação Significa Que O Indivíduo Deve Saber: “Eu Não Sou Esse Corpo, Eu Sou Uma Alma Espiritual”

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 0589
Próxima Página - Video 0591 Go-next.png

Purificação Significa Que O Indivíduo Deve Saber: “Eu Não Sou Esse Corpo, Eu Sou Uma Alma Espiritual”
- Prabhupāda 0590


Lecture on BG 2.20 -- Hyderabad, November 25, 1972

Portanto, āruhya kṛcchreṇa paraṁ padaṁ tataḥ patanty adhaḥ (SB 10.2.32). Então, só por este prazer nós estamos fazendo tantos planos. De acordo com o nosso próprio cérebro, cérebro minúsculo, estamos fazendo planos. Apenas o, no estado também, eles estão fazendo planos. Pessoalmente, individualmente, e comercialmente, todo mundo está fazendo planos. A fabricação de plano significa se tornar enredado. E ele tem que, eles têm que nascer de novo para cumprir o plano. Vāsanā. Isso é chamado de vāsanā. Portanto, temos que purificar o vāsanā, desejo. Isso é necessário. Se não nos purificarmos, então nós temos que aceitar nascimento, nascimento e morte, a repetição de nascimento e morte. Então, esse desejo, como ele pode ser purificado? Esse desejo pode ser purificado. Sarvopādhi-vinirmuktaṁ tat-paratvena nirmalam (CC Madhya 19.170). Temos que desistir dessa denominação: "Eu sou brāhmaṇa," "Eu sou śūdra," "Eu sou kṣatriya," "Eu sou americano," "Eu sou indiano," "Eu sou isso e..." Porque eu sou alma espiritual, mas isto é, esse revestimento é a minha designação. Então, se eu me identifico com essa designação, então eu vou ter que repetir o nascimento e morte. Isto você pode purificar. Como pode ser purificado? Isto pode ser purificado através do serviço devocional. Quando você entende que você é parte e parcela de Kṛṣṇa, quando eu entendo: "eu sou eternamente relacionado com Kṛṣṇa. Ele é Supremo, sou servo," e quando eu me engajo em Seu serviço,isto é a purificação dos desejos. Sem consciência de Kṛṣṇa, todo mundo está agindo em diferente consciência material. "Eu sou americano. Portanto, eu preciso trabalhar desta forma. Eu devo lutar com os russos." Pensamento russo: "eu sou russo. Devo lutar contra os americanos." Ou a China... Tantas designações. Isso é chamado de māyā, ilusão.

Portanto, temos que purificar. Esta purificação significa que o indivíduo deve saber: "eu não sou este corpo. Eu sou alma espiritual." Então o que eu estou fazendo como alma espiritual? Seja o que for que eu esteja trabalhando, no presente momento, sobre este conceito de vida corpórea... Mas o que dizer, que eu estou fazendo como alma espiritual? Este conhecimento é necessário. Este conhecimento vem quando somos purificados.

brahma-bhūtaḥ prasannātmā
na śocati na kāṅkṣati
samaḥ sarveṣu bhūteṣu
mad-bhaktiṁ labhate parām
(BG 18.54)

Mad-bhaktiṁ labhate parām. Quando? Depois de estar livre desta designação material, brahma-bhūtaḥ. Depois de ser livre, não antes disso. Assim, bhakti não é um sentimento. Bhakti... As pessoas dizem: "Aqueles que não são muito eruditos, não podem estudar literatura védica muito bem, e, portanto, eles tomam bhakti." Não. Bhakti, a verdadeira bhakti, começa quando o indivíduo torna-se completamente brahma-bhūtaḥ.

brahma-bhūtaḥ prasannātmā
na śocati na kāṅkṣati
samaḥ sarveṣu bhūteṣu
mad-bhaktiṁ labhate parām
(BG 18.54)

Isso, isso é puro estágio transcendental de execução de serviço devocional, depois de estar livre da designação material. Sarvopādhi-vinirmuktaṁ tat-paratvena nirmalam (CC Madhya 19.170). Isso é chamado de nirmala. Isso é mukti. Porque a alma espiritual é eterna. Tem que ser limpa, a contaminação material. Assim, quando ele está limpo, então hṛṣīkeṇa Hṛṣīkeśa-sevanam bhaktir ucyate (CC Madhya 19.170). Quando nossos sentidos são purificados... Não esta mão americana ou mão indiana. "É a mão de Kṛṣṇa. Esta mão deve ser ocupada em serviço de Kṛṣṇa, em varrer o templo." Se ele pensa assim, ele é muito, muito maior do que qualquer Vedāntista. Se ele simplesmente sabe: "Esta mão pertence a Kṛṣṇa, então ele é muito, muito maior do que qualquer Vedāntista. Estes Vedāntistas.... Claro, todos os devotos, eles são vedantistas. Mas alguém pensa que ele monopolizou como Vedānta. Veda significa conhecimento. Anta significa final. Então Vedānta significa conhecimento final. Assim, o conhecimento final é Kṛṣṇa. Vedaiś ca sarvair aham eva vedyaḥ (BG 15.15). Assim, o chamado Vedāntista, se ele não pode entender quem é Kṛṣṇa, qual é o significado desse Vedāntista? Não tem nenhum significado. Eles, ele é o vedāntī perfeito, que sabe que "Kṛṣṇa é o Supremo. Ele é o meu Senhor. Eu sou Seu servo eterno." Este é o conhecimento Vedānta.

Muito obrigado. Hare Kṛṣṇa.