PTBR/Prabhupada 1006 - Nós não estamos introduzindo o sistema de castas

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 1005
Próxima Página - Video 1007 Go-next.png

Nós não estamos introduzindo o sistema de castas
- Prabhupāda 1006


750713 - Conversation B - Philadelphia

Sandy Nixon: Você está tentando reviver... Eu tenho vontade de fazer esta pergunta de duas formas diferentes. Primeiro, vou perguntar de uma forma que, em um sentido, está incorreta. Talvez eu só pergunte dessa maneira pra receber sua resposta. Você está tentando reviver no Ocidente a consciência... Você está tentando reviver o antigo sistema de castas indiano no Ocidente? Eu faço uma pergunta que eu...

Prabhupāda: Onde você acha que estamos revivendo o sistema de castas? Onde você encontra? Antes de tudo, me fale. Por que você está fazendo esta pergunta? Se você viu que estamos tentando introduzir o sistema de castas indiano, então você diz. Mas se não houve tal tentativa, por que você está fazendo esta pergunta?

Sandy Nixon: Bem, porque muitas pessoas estão interessadas, e a razão pela qual eu teria feito a pergunta... ...

Prabhupāda: Não, não, muitas pessoas - você também é uma delas. Então, onde você acha que estamos tentando introduzir o sistema de castas? Primeiro de tudo descubra onde está a tentativa. Então você pergunta. Caso contrário, é questão irrelevante.

Sandy Nixon: O Gītā fala sobre um sistema de castas.

Prabhupada: Hein?

Sandy Nixon: O Gītā menciona o sistema de castas.

Prabhupāda: Gītā, o que menciona, você sabe? Sandy Nixon: As quatro castas e uma casta intocável.

Prabhupāda: O que é isso? Com base no quê?

Sandy Nixon: Não consigo localizá-lo diretamente. Mas o Brahma...

Prabhupāda: Brahmānanda. Quem disse que isso é sistema de castas? Isto não é sistema de castas. Cātur-varṇyaṁ mayā sṛṣṭaṁ guṇa-karma-vibhāgaśaḥ (BG 4.13). De acordo com a qualidade e de acordo com o trabalho, há quatro divisões de homens. Assim como você pode entender, há engenheiros e médicos. Então você toma eles como casta? "Ah, ele é a casta de engenheiro. Ele é a casta médica." Você fala assim?

Sandy Nixon: Eu não quero dizer o que sinto, porque estou gravando você. (risos)

Prabhupāda: Eu estou te perguntando. Estou te perguntando...

Sandy Nixon: Bem, acho que sempre houve castas. É só que não reconhecemos o fato de que eles estão lá.

Prabhupāda: Não, reconhecer significa que se um homem é um médico qualificado, nós o aceitamos como médico. E se um homem é engenheiro qualificado, nós o aceitamos como engenheiro. Similarmente, o Bhagavad-gītā sugere - não sugere; está lá - há quatro classes de homens: a classe mais inteligente de homens, a classe de homens administradores, a classe produtiva de homens e trabalhadores comuns. Isso já está lá. O Bhagavad-gītā diz como eles devem ser classificados, que "Ele pertence a esta classe, ele pertence a aquela classe". Isso é descrito no Bhagavad-gītā, não que, por nascimento, hereditariamente, alguém se torne uma casta. Você não interprete mal. A classificação já existe: uma classe de homens, muito inteligente. Ele não se encontra na sociedade humana? Você acha que todos os homens são igualmente inteligentes? Você acha? Deve haver uma classe, classe dos altamente inteligentes. Então, quais são os sintomas da classe inteligente? Isso é descrito no Bhagavad-gītā. O homem inteligente de primeira classe é aquele que pode controlar sua mente, o que pode controlar seus sentidos, é muito sincero, muito limpo, muito simples, muito tolerante, muito avançado em conhecimento, aplicação prática do conhecimento na vida, e fé firme em Deus. Este é o homem de primeira classe. Portanto, não é dentro da Índia, onde quer que você encontre todas essas qualidades, ele é um homem de primeira classe.

Então, estamos tentando introduzir isso, que sem o homem de primeira classe, a sociedade é inútil. Então, há homens de primeira classe. Você os treina. Assim como um menino é inteligente; ainda assim, ele requer treinamento na escola, faculdade. Então ele mantém seu cérebro de primeira classe, posição de primeira classe. Então, há um homem de primeira classe. Agora temos que treiná-los adequadamente em como se tornam controladores da mente, como se tornam controladores dos sentidos, como se tornam verdadeiros, como se tornam limpos internamente, externamente, como se tornam cheios de conhecimento, como aplicar o conhecimento na vida prática, como se tornar consciente de Deus. Este treinamento é... Um homem de primeira classe pode tomar, assim como eles estão tomando, todos esses garotos. Eles tinham o cérebro de primeira classe e agora estão sendo treinados. Isso é necessário: homens de primeira classe treinados. Esse treinamento é necessário.

Portanto, não estamos introduzindo sistema de castas, que qualquer patife nascido em uma família brāhmaṇa, ele se torna um brāhmaṇa. Nós não aceitamos isso. Um homem que é de primeira classe treinado para se tornar um brāhmaṇa, nós o aceitamos. Não importa se ele está na Índia, Europa ou América. Não importa. Estamos tentando introduzir este sistema. Isso é mencionado no Bhagavad-gītā. Sistema de castas significa que um homem nasce em uma família brāhmaṇa, e se por hábito ele é homem de quinta classe, e ele é aceito como um homem de primeira classe por causa do nascimento. Da mesma forma, uma pessoa, muito inteligente, ele pode ser adaptável a todos os hábitos de primeira classe, mas porque ele nasceu em uma família śūdra, ele é śūdra. Queremos parar esse absurdo. Estamos pegando o cérebro de primeira classe e treinando como se tornar homens de primeira classe. Este é o nosso negócio. Não é que vamos introduzir esse lixo. Não, nós não estamos introduzindo isso. Caso contrário, como eu estou oferecendo-lhes o fio sagrado? Agora veja só. Qualquer um da Índia, ele vai entender que ele é um brāhmaṇa de primeira classe. Estamos treinando assim.